Projeto TIPR realizará seminário acadêmico sobre Inclusão Produtiva Rural

Atividade apresentará experiência de IPR desenvolvida por agricultores agroecológicos no semiárido Pernambucano

A partir das 14h do próximo dia 14 de dezembro, a Rede Brasileira de Pesquisa e Gestão em Desenvolvimento Territorial (RETE) realizará a 1° Edição do Seminário Acadêmico Caminhos para a Inclusão Produtiva Rural – Edição Nordeste. A atividade será transmitida pelo Facebook da RETE e tem duração prevista de 1h30min.

PALESTRANTES CONVIDADOS

A mesa do 1º Seminário Caminhos Para a Inclusão Produtiva Rural será composta por Vahíd Shaikhzadeh Vahdat, membro da coordenação da Cátedra Itinerante Inclusão Produtiva Rural e diretor de projetos e articulação institucional do Instituto Veredas; Dona Maria do Socorro Neto, presidenta da Associação de Agricultoras e Agricultores Agroecológicos do Araripe (Ecoararipe) e Allesandre Holanda, assessor da Ecoararipe e técnico do Cento de Assessoria e Apoio aos Trabalhadores e Instituições Não-governamentais Alternativas (CAATINGA).

A atividade contará com a moderação de Paulo Diniz, professor e pesquisador da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e da RETE, e a sistematização de experiência de Laetícia Jalil, professora e pesquisadora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e da RETE.

DINÂMICA DO SEMINÁRIO

O Seminário será dividido em quatro momento. No primeiro, Vahíd Vahdat, apresentará o conceito IPR e seu panorama no Brasil. Em seguida, Maria do Socorro Neto e Allexandre Holanda apresentarão a experiência da Associação de Agricultoras e Agricultores Agroecológicos do Araripe, localizada na região do Araripe, semiárido Pernambucano, no Nordeste.

No terceiro momento, os representantes da Ecoararipe responderão a um bloco de perguntas elaboradas pela moderação da mesa com base no conceito apresentado por Vahíd Vahdat. No quarto e último momento, os palestrantes serão convidados a responder a um bloco de perguntas elaboradas pelos membros da RETE e redes parceiras presentes na sala do Google Meet.

ATIVIDADE É INTEGRADA AO PROJETO TIPR

O Seminário é uma atividade de formação de capacidades sobre o tema Inclusão Produtiva Rural (IPR) e está integrado ao Projeto TIPR, desenvolvido pela RETE com apoio do edital Cátedra Itinerante Inclusão Produtiva Rural. Além da edição Nordeste, serão desenvolvidas outras duas edições nas regiões Norte e Sul do Brasil, no ano 2022.

Projeto Ação Coletiva Comida de Verdade (ACCV) divulga relatório com resultados de pesquisa e indicativos para ação

Informações mapeadas pelo ACCV irão compor a base de dados para construção de uma Tipologia da Inclusão Produtiva Rural (TIPR) 

O Projeto Ação Coletiva Comida de Verdade: aprendizagem em tempos de pandemia disponibilizou na última sexta-feira (01/11) o relatório final do mapeamento  que identificou 310 iniciativas de sistemas agroalimentares protagonizadas por organizações, redes e movimentos da sociedade civil nas cinco regiões do Brasil. O relatório apresenta em suas considerações finais as premissas, desafios, experiências e caminhos para a construção de políticas públicas de abastecimento alimentar mais democráticas. 

Logomarca do Projeto Ação Coletiva Comida de Verdade: um circulo com três mãos dentro, dando destaque ao trabalho coletivo. Ao lado das mãos, também na parte interna do círculo, alimentos naturais, como beterraba e abacate. Na parte externa, a descrição do nome do Projeto "Ação Coletiva Comida de Verdade".

Os resultados do relatório partem da premissa de que a crise sanitária de Covid19 produziu impactos que demandaram outras formas de pensar a sociedade, em especial o alimento e a alimentação como comida de verdade, considerando-os essenciais para a manutenção da vida e, portanto, um direito humano. Nesse sentido, o documento chama atenção para a necessidade de o Estado superar práticas que tentam fragmentar ou setorizar ações do campo popular. 

Continue reading Projeto Ação Coletiva Comida de Verdade (ACCV) divulga relatório com resultados de pesquisa e indicativos para ação